CRO-ES conquista dois prêmios de boas práticas na 3ª



O CRO-ES foi o vencedor em duas categorias do Prêmio Boas Práticas 2019 "As melhores práticas aplicadas nos conselhos de fiscalização": Boa Prática I: Gestão e Planejamento Estratégico: Melhor Relatório de Gestão; Boa Prática II: Cobrança de Inadimplentes: Melhor ação de recuperação de créditos.

O anúncio foi feito na noite desta terça-feira (6), durante a 3ª Conferência Nacional dos Conselhos Profissionais, que acontece entre os dias 6 e 9 de agosto, no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília.

"A premiação em duas categorias coroa o trabalho em equipe e comprova a importância dos setores trabalharem de forma integrada, que refletiu no próprio relatório de gestão. A participação da Diretoria do CRO-ES é fundamental, pois ela nos incentiva e nos motiva, dando liberdade e autonomia para colocarmos nossas ideias em prática", afirmou o superintendente do CRO-ES, Nixon Oliveira, que participa do evento e recebeu as premiações.

Segundo Nixon, o CRO-ES seguiu a normativa do TCU publicada ano passado, sobre o novo modelo de relatório de gestão, que se baseou no Relato integrado. "Ficamos ainda mais orgulhosos porque nosso relatório de gestão já foi apresentado como modelo por um dos palestrantes principais, durante um dos workshops deste evento", comemorou Nixon.
O presidente do CFO, Juliano do Vale, parabenizou toda a equipe do CRO-ES, em nome da presidente Luzimar Gomes de Oliveira Pinheiro, reafirmando que o CRO-ES é modelo de gestão reconhecido entre os CROs, inclusive sendo referência para o relatório de gestão do próprio Conselho Federal de Odontologia.

Concorrem ao Prêmio Boas Práticas autoridades competentes, procuradores, ordenadores de despesas e demais agentes que atuam direta ou indiretamente em quaisquer atividades envoltas com Gestão e Contratações Públicas, como os conselhos profissionais. A 3ª Conferência Nacional é um evento voltado para novos temas e questões de relevância em torno das especificidades da Categoria de Fiscalizadores de Profissão. Todos os temas discutidos possuem enfoque nos posicionamentos e jurisprudência do Tribunal de Contas da União.

0
Seja o primeiro a comentar!
Escreva aqui seu comentário...