Diretoria do CRO-MT se reúne com prefeito de Cuiabá

O presidente do Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT), Sandro Stefanini, e a assessora jurídica do CRO-MT, Brunna Morizzo, estiveram reunidos nesta terça-feira (13) com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. Também acompanhou o encontro o vereador Renivaldo Nascimento.

Na pauta, temas que envolvem melhorias para os profissionais da Odontologia no Estado, tanto da iniciativa pública quanto privada. Além disso, Stefanini e Bruna solicitaram apoio do prefeito para a 7ª edição da Corrida de Combate ao Câncer de Boca e a 5ª Corrida do Cirurgião-Dentista, que ocorrem no dia 13 de outubro.

“Foi uma reunião extremamente produtiva e a classe odontológica pode aguardar excelentes notícias nos próximos meses. Além disso, o prefeito entendeu a importância das corridas, que desde 2015 são realizadas de forma conjunta e lutam pela conscientização da população no câncer bucal, e apoiará nosso evento”, destaca o presidente do CRO-MT.

A corrida - As inscrições para a 7ª edição da Corrida de Combate ao Câncer de Boca e a 5ª Corrida do Cirurgião-Dentista já estão abertas. Para participar, basta se inscrever por meio deste link. A prova será no dia 13 de outubro, no Parque Tia Nair, em Cuiabá.  A largada está prevista para às 7h e haverá duas opções de trecho, de 4 e 8 quilômetros, respectivamente.

Neste primeiro lote, a inscrição custa R$ 45,00. A data limite para a compra nesta categoria é dia 25 de agosto. Em seguida, o segundo lote será aberto, de 26 de agosto até 15 de setembro, pelo valor de R$ 55,00.

O terceiro e último lote começa no dia 16 de setembro e vai até o dia 12 de outubro, por R$ 65,00. Todas as inscrições, em todos os lotes, devem ser realizadas exclusivamente pelo site Morro MT. Para assessorias e/ou grupos de corrida acima de 10 inscritos, haverá uma inscrição de cortesia.

O câncer de boca - O câncer bucal é o quinto de maior incidência no Brasil entre os homens. A estimativa, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), é que no biênio 2018-2019, 14.700 novos casos sejam diagnosticados, sendo 11.200 em homens e 3.500 em mulheres. Em Mato Grosso, a estimativa do Inca, é que 150 homens e 40 mulheres – considerando-se as taxas brutas de incidência por 100 mil habitantes – tenham a doença em 2019.

0
Seja o primeiro a comentar!
Escreva aqui seu comentário...