SOEPI busca apoio do senador Elmano para aprovação de medidas em favor da classe odontológica

O presidente do Sindicato dos Odontologistas do Estado do Piauí (SOEPI) Sérgio Pires e o advogado Mariano Lopes estiverem em Brasília com o senador Elmano Férrer (Podemos) para cobrar apoio em relação às demandas de valorização da categoria.

Na ocasião, foi discutida a importância da aprovação do Projeto de Lei que obriga a prestação de assistência odontológica a pacientes em regime de internação hospitalar, portadores de doenças crônicas e em regime domiciliar, na modalidade home care.

Os representantes da classe odontológica no Piauí também apresentaram o descontentamento dos profissionais em relação à portaria n° 18 do Ministério da Saúde. O documento estabelece novas regras para o cadastramento das equipes da Atenção Básica. Dentre elas, a exigência mínima de um a três médicos que poderão dividir a carga horária de 40 horas semanais, com carga horária mínima de 10 horas cada. A mesma medida vale para enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. No entanto, a portaria manteve a exigência mínima de um cirurgião-dentista com carga horária semanal de 40 horas, atitude que reflete na desvalorização dos profissionais.

“A portaria impõe aos cirurgiões-dentistas uma jornada de trabalho superior ao dos médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem integrantes da Equipe de Atenção Básica, atitude que representa um desserviço à categoria, uma vez que, contribui para a desvalorização dos profissionais da Odontologia”, denuncia Sérgio Pires.

0
Seja o primeiro a comentar!
Escreva aqui seu comentário...